CRATO: Moradora do Belmonte faz banquete para cães da comunidade, no dia de São Lázaro


A refeição foi na verdade, o pagamento de uma promessa feita por ela ao Santo, a três anos. Pelo menos 20 cães da comunidade participaram da refeição.


Uma moradora do sítio Belmonte, na zona rural do Crato promoveu, nesta segunda-feira,17, dia em que a Igreja celebra São Lázaro, um grande banquete para os cães da sua comunidade.
No banquete, um cardápio variado com frango, farofa de cuscuz e baião de dois, “ comida de gente”, mas preparado com muito carinho por Dona Rosalva Leandro dos Santos, 71 anos, com ajuda dos filhos. A refeição foi na verdade, o pagamento de uma promessa feita por ela ao Santo, a três anos.  Pelo menos 20 cães da comunidade participaram da refeição.

PROMESSA


Conforme contou Dona Rosalva, que é conhecida popularmente como Dona Rosa, a três anos o seu esposo estava doente e apresentava diversas feridas no corpo. A aposentada pediu o auxílio do Santo e o esposo ficou curado dos ferimentos. Os anos se passaram, o marido faleceu em decorrência de outros problemas de saúde e dona Rosa não pagou a promessa. Agora, conta ela, a promessa está paga.
Ela continua o Papo, dizendo que não possui cão em sua residência, mas os cachorros da vizinhança sempre estão em sua casa. “ Eu não crio, mas tem um que tá todo dia aqui”, diz ela, para explicar o motivo de não ser tutora de um bichinho. “ Eu não crio porque sempre os cães sumiam daqui (casa)”.  


O SANTO

São Lázaro foi discípulo e amigo pessoal de Jesus. Era irmão de duas mulheres que se tornaram conhecidas pelos Evangelhos: Marta e de Maria. Lázaro vivia com sua família no vilarejo chamado Betânia, próximo de Jerusalém, em Israel. Jesus, em suas andanças missionárias, anunciando o Reino de Deus, sempre ia se hospedar na casa de Lázaro. O nome Lázaro vem do grego. Em hebraico seria Eleazar, e quer dizer "Deus ajudou".
As feridas de São Lázaro simbolizam suas dores e seus sofrimentos. Simbolizam sofrimento dos pobres e miseráveis. Simbolizam, em última análise, as feridas de Cristo, que afirmou: ´Tudo o que fizerdes ao menor dos pequeninos, é a mim que o fazeis.
Os cães em volta de São Lázaro simbolizam a providência divina, que não o abandonava. Na parábola de Jesus, logo após a morte Lázaro vai para a glória eterna. Isto significa que ele era um homem bom, que fez o bem, praticou o amor. Por isso mereceu o céu. E, a todos os que fazem o bem e procuram amar, Deus não abandona. Se Lázaro não tinha pessoas para defende-lo, tinha, pelo menos, os cães, fiéis companheiros e defensores enviados por Deus.


Fonte: Papo Reto Cariri
Fotos: Rachel Frazão

CRATO: Moradora do Belmonte faz banquete para cães da comunidade, no dia de São Lázaro CRATO:  Moradora do Belmonte faz banquete para cães da comunidade, no dia de São Lázaro
Reviewed by Folha Cratense on dezembro 19, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.