segunda-feira, 10 de setembro de 2018

Cidade do Crato retrata cultura local e respeito a pátria em Desfile Cívico do 7 de setembro


Celebrando os 196 anos da Independência do Brasil, A Prefeitura do Crato, através da Secretaria Municipal de Educação (SME) e demais secretarias, realizou na última sexta-feira, 07, o tradicional desfile cívico das escolas da rede pública do município, com a participação de escolas particulares e estaduais, e outros importantes órgãos. De início, foi realizado o hasteamento das bandeiras na Praça da Sé.

O desfile teve como local de concentração o Centro Cultural do Araripe, no Largo da RFFSA, em seguida indo pelas ruas centrais do Crato, retratando temáticas livres, contudo, relacionadas a fatores políticos, sociais, bem como fazendo uma abordagem da cultura local. O evento foi aberto pela Banda de Música Municipal seguida pelas instituições militares, órgãos de segurança, escolas particulares e escolas municipais, escolas estaduais, associações e o IFCE, tendo como ponto final a Praça da Sé.

Na Praça Siqueira Campos, ficou o palanque onde estavam o Chefe do Executivo cratense, Zé Ailton Brasil, a Secretária Municipal de Educação, Tereza Mônica, o Presidente da Câmara Municipal, Florisval Coriolano, os vereadores Bebeto Anastácio, Adil, Tico da Serrinha, Antônio de Mano, Professor Gilson, Vicência Leandro, secretários municipais e demais autoridades.

Com criatividade e entusiasmo, o centro do Crato, que contou com a presença de centenas de pessoas, firmou-se de cores e sentimentos que retrataram atualidades, fatores históricos, cultura local e respeito a pátria.

Participaram do desfile cívico da Independência Brasileira no município, as seguintes instituições: Banda de Música Municipal; Tiro de Guerra 10-004; Guarda Municipal; DEMUTRAN; Polícia Militar; RAIO (Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas); Corpo de Bombeiros; Escoteiros; Grupo Social de Kung Fu; Maçonaria; Escolas Particulares: Ciranda do Saber e Externato 5 de Julho; Escolas Municipais: Escola São Francisco, Governador Gonzaga Mota, Álvaro Madeira, Aldegundes Gomes de Matos, Colégio Municipal Pedro Felício, Escola Dom Vicente e Escola José do Vale; Escolas Estaduais, Juvêncio Barreto; Associações: Grito dos Excluídos Movimentos Sociais e IFCE.

Nenhum comentário:

Postar um comentário