terça-feira, 26 de junho de 2018

Prefeitura de Juazeiro do Norte defende propostas de fortalecimento do Aeroporto em audiência


A Prefeitura Municipal de Juazeiro do Norte foi representada no último dia 21, durante Audiência Pública da Anac, sobre o processo de concessão dos aeroportos, no Recife Praia Hotel, na Capital pernambucana. Na ocasião, esteve na audiência como orador, o Secretário Especial de Articulação, José Roberto Celestino. O Aeroporto Orlando Bezerra de Menezes, em Juazeiro do Norte, é um dos seis aeroportos do Bloco do Nordeste a serem concedidos à iniciativa privada em dezembro de 2018.

Na ocasião, Roberto Celestino levou à tribuna e defendeu três sugestões de alteração do Contrato de Concessão referente ao aeroporto. A primeira delas destaca que a futura concessionária seja obrigada a realizar os investimentos mínimos preconizados no Cenário 4 do Estudo de Viabilidade Técnica do Ministério dos Transportes Portos e Aviação Civil, para o aeroporto de Juazeiro do Norte. Em segundo, que o aeroporto seja aparelhado para operação de Aeronaves 4C (Boeing 737-800 e Airbus 320Neo ), e em terceiro, de garantir a inclusão da Área Desapropriada recentemente ao Sítio Aeroportuário à disposição da futura Concessionária.

Como um dos conhecedores das causas relacionadas ao aeroporto há vários anos, as proposições do secretário, durante a audiência, foram bastante apreciadas pelo público que estava presente na audiência. Ele destacou aspectos técnicos relacionados ao aeroporto, além da área de atuação. O secretário ainda esteve com empresários do ramo aeroportuário, a exemplo de Mathias Portes, da Zurich Aiport, que despertou interesse de vir a Juazeiro do Norte, verificar de perto o potencial apresentado. Ele é diretor de desenvolvimento aeroportuário para a América Latina.

As sugestões de alteração apresentadas por Roberto Celestino, tem como finalidade propor alteração do Contrato de Concessão para assegurarem os investimentos mínimos necessários para melhorias no equipamento, uma delas para ampliar o entendimento sobre a área em desapropriação, que compõe por imissão de posse o sítio aeroportuário. No final, ele ainda destacou a sua defesa em favor dos funcionários da INFRAERO.

Nenhum comentário:

Postar um comentário